Agenda Outubro 2016

Clique na imagem para ampliar.

10_16-agenda-outubro-2016-copy-copy

Anúncios

Conheça algumas práticas em gestão de resíduos que estão sendo implantadas no Vila Flores!

Desde as primeiras atividades no Vila Flores, em 2013, algumas práticas de gestão de resíduos têm sido desenvolvidas aqui no nosso espaço para reduzir o máximo possível o lixo no local.  Quando fizemos a primeira edição do Projeto Simultaneidade, em dezembro de 2013, já nos preocupávamos com essa questão. Com a ajuda de três grandes parceiras, a Ilsa Solka de Lemos, Patrícia Rabelo e Fabíola Silveiro, desenvolvemos algumas ações durante o evento: disponibilização de dois tipos de descarte de bitucas (bituqueiras espalhadas pelo pátio e bituqueiras de bolso para venda), venda dos copos reutilizáveis da Meucopo Eco e disponibilização de acondicionamento adequado para a segregação dos resíduos, assim como sinalizações espalhadas pelo local com o intuito de conscientizar o público quanto a esse assunto. No final do Projeto Simultaneidade, entramos em contato com o Sr. Antônio, da Vila dos Papeleiros, que foi no Vila Flores buscar os itens recicláveis para levar até um centro de triagem da região.

facilitac%cc%a7a%cc%83o-grafica-melhores-praticas

A parceria com o pessoal da empresa Meucopo Eco segue até hoje nos eventos realizados pela Associação Cultural Vila Flores. Os copos são feitos de polipropileno, bastante resistentes e totalmente recicláveis. E o esquema funciona da seguinte maneira: você compra o copo por R$5,00, utiliza durante o evento e, ao final, pode devolver o copo e receber os R$ 5,00 de volta ou levar o copo pra casa como recordação e usar ele novamente em outra atividade. Essa ação nos ajudou a reduzir drasticamente a geração de lixo no local.

20160927_181335

E agora em 2016, passamos a realizar práticas alinhadas à iniciativa Lixo Zero. Uma delas, a partir da orientação da Pasárgada Oficina de Sustentabilidade, foi a colocação de 6 residuários no pátio: rejeitos não recicláveis, papel, plástico, metal, vidro e orgânicos. Esses residuários são pesados semanalmente para vermos qual resíduo está sendo mais gerado. Com essa informação, a ideia é fazer posteriormente campanhas para a diminuição desse resíduo. Implementamos também uma composteira que fica nos fundos do pátio.

20160928_115458

20160928_115513

A segunda prática diz respeito ao lixo orgânico. Mais recentemente, começamos a trabalhar também com o pessoal da Re-ciclo que realiza a coleta do “lixo” orgânico de casas e condomínios e transforma esse material em adubo rico em nutrientes para jardinagem e hortas. Colocamos um balde de 10 litros como residuário no pátio e toda semana o pessoal da Re-ciclo vem recolher o conteúdo. Ao final do mês, ganharemos adubo ou uma muda para plantarmos no nosso jardim!

13620877_1746314712277631_479476046327604401_n

Além de tudo isso, o Vila Flores sempre fez questão de reutilizar materiais, como por exemplo, as tesouras de madeira do telhado galpão viraram as laterais dos bancos que estão no pátio. As mesas do pátio são feitas de venezianas. E pallets foram transformados pelos Matehackers em um banco.

20160928_115349

20160928_115340

20160928_115417

20160928_120350

Por considerarmos muito importante a conscientização sobre essas questões, também são realizadas atividades no Vila Flores como o evento organizado pela NET Impact que aconteceu em setembro desse ano chamado “Circuito Start – Culinária Orgânica: do plantio à compostagem”. O ciclo de encontros Start em 2016 visa disseminar conhecimento em assuntos que tangem os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, sendo este evento focado em desenvolver o ODS #2 “Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável”. Durante o Circuito Start teve introdução e montagem prática de uma horta, oficina de plantas alimentícias não convencionais, demonstração e receita com aproveitamento de alimentos, entre outras atividades.

14202579_1064274700355499_9211371676238112835_n

Com essas ações esperamos reduzir a geração de resíduos e o envio dos mesmos para aterros, colaborando para uma cidade mais limpa e sustentável!

Links:

http://www.slideshare.net/vilaflores/gesto-de-resduos-do-projeto-simultaneidade

http://www.meucopoeco.com.br/site/

https://www.facebook.com/reciclopoa/

https://portoalegrelixozero.wordpress.com

https://www.facebook.com/InstitutoLixoZeroBrasil/

https://www.facebook.com/oficinapasargada/

https://www.facebook.com/netimpactpoa/

Visita dos alunos da faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS

20160928_10414620160928_10504020160928_112913

Hoje foi a vez da visita dos alunos do segundo semestre da faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS com a professora Angela Becker Maciel. O pessoal conhece o prédio e também tomou conhecimento de todas as atividades que rolam por aqui! Falamos sobre a programação do projeto Vila Flores – Uma Experiência Aberta 🙂

A visita faz parte do programa Vila Flores – Uma Experiência Aberta que está sendo realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (PRÓ-CULTURA FAC RS) Lei nº 13.490/10.

 

 

Mingau Especial Dia das Crianças

14055130_1780293692251842_4423115008558932017_n

No Mingau Especial de Dia das Crianças, dia 09/10 das 14h às 19h, no Vila Flores, vai ter contação de histórias, show de música com o Annie Hall Ragtime Group, oficina de bonecas de tecido da Clau Paranhos, vivência do Circo Petit Poa-RS, Oficina de pintura inspirada no artista Pollock com T de Tati e muitos brinquedos como cama elástica e amarelinha!
O bazar vai estar lindo, com mais de 20 expositores e cheio de produtos artesanais vendidos por quem faz!
E quando bater aquela fome vai ter pipoca, docinho, picolé e muitas outras comidinhas gostosas e saudáveis, além dos convidados discotecando para as crianças, lounge para bebês e o espaço Pulo do Gato para os maiores brincarem! Tudo isso no mesmo evento!

Adultos e crianças maiores de 2 anos pagam 10 reais (apenas em dinheiro).
As atrações dentro do evento são todas gratuitas!

Mingau Especial Dia das Crianças
Dia 9 de outubro, domingo, das 14 às 19h no Vila Flores (Rua Hoffmann 447 Bairro Floresta)

Se chover o evento será transferido ☀️

Já curtiu a página do Mingau? https://www.facebook.com/mingaumatine/

O Mingau é produzido por Lívia Perrone e Juliana Pandolfo.

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/107221566399020/

 

Visita de alunos da disciplina de Economia Solidária da UFRGS

20160924_114523

Hoje recebemos a visita do Professor Nilton Pinho de Bem e dos alunos da disciplina de Economia Solidária das faculdades de Economia e Serviço Social da UFRGS. A turma pôde conhecer as atividades que acontecem no Vila Flores e os residentes que aqui trabalham.

A atividade faz parte do programa Vila Flores – Uma Experiência aberta que está sendo realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (PRÓ-CULTURA RS FAC), Lei nº 13.490/10.

20160924_102530

20160924_103659

Tardes Brincantes

tardes-brincantes

Sábado que vem, das 15h às 18h, tem Tardes Brincantes com Ato Espelhado Companhia Teatral e convidados: oficina de brinquedos com Eliane Bruél, teatro lambe-lambe com Anderson e Alex da Trupi Di Trapu e apresentação do espetáculo Brasil Pequeno Itinerante de Genifer Gerhardt (espetáculo com audiodescrição da OVNI Acessibilidade Universal). Evento gratuito.

O programa Vila Flores – Uma Experiência Aberta é uma iniciativa da Associação Cultural Vila Flores e está sendo realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (PRÓ-CULTURA RS FAC), Lei nº 13.490/10.

Mais informações em: https://vilaflores.wordpress.com/experiencia-aberta/

#VilaFloresUmaExperiênciaAberta

Oficina de Mosaico

14045786_1600820190215080_1657422867140485469_n

MOSAICO URBANO – MÃOS SUSTENTÁVEIS

INTRODUÇÃO
A milenar arte do mosaico como intervenção urbana (street art, “street mosaic”).
A possibilidade do mosaico como manifestação artística permanente e de grande beleza plástica.

O QUE
No workshop você vai fazer um mosaico da sua mão para compor uma “árvore de mãos”, para ser instalada no Vila Flores.

INFORMAÇÕES SOBRE A OFICINA
Ministrante: Silvia Marcon
Público alvo: aberta a todas as pessoas que valorizam intervenções urbanas e a arte do mosaico.
Pré-requsito: nenhum
Idade mínima: 14 anos
Valor: R$150 (50% reserva vaga/ 50% no dia)
(Tem desconto para ex aluno!)

Para confirmar presença é necessário mandar e-mail para mosaicointervencao@gmail.com

Encontros Vila Flores 60+

Os Encontros Vila Flores 60+ são para quem acredita que vizinhança é mais do que mera organização habitacional, quem acha que ser vizinho é manter uma relação de contiguidade entre existências, entre formas de estar e de ver o mundo.

E você, gostaria de poder trocar experiências, criar vínculos e construir uma vizinhança mais amigável?

No dia 15 de setembro, quinta-feira, às 15h, daremos início aos Encontros Vila Flores 60+, um espaço de convivência voltado para pessoas com mais de 60 anos.

Os encontros contarão com a facilitação de Matheus Minella Sgarioni, psicólogo do Centro de Referência do Idoso do município de Canoas.

Semanalmente, desenvolveremos oficinas e atividades que promovam a reflexão e a sensibilidade, através do contato com os mais diversos temas, como arte, saúde e trabalho. Tudo isso num clima descontraído e animado, em que a cordialidade e a amizade darão o tom.

A participação é gratuita.

Serviço:

Encontros Vila Flores 60+
Dia: Quintas-feiras, iniciando no dia 15 de setembro
Horário: das 15h às 16h30
Local: Vila Flores (Rua São Carlos, 759, Floresta)

vila-flores_fb_2

Exposição Urdumes de Vera Junqueira

14203368_1274353885916329_2374470382803308603_n

O urdume representa no processo da produção têxtil os fios fixos no tear, aqueles em que pouco ou quase nada podem ser alterados no seu destino. Se equivalem, na nossa vida, às informações que nos pertencem desde o nascimento, à genética, às relações parentais, etc. A trama na linguagem têxtil é onde interferimos, o quanto queremos ou somos capazes.

Na vida, a trama corresponde ao modo como construímos ou alteramos nossos caminhos ao viver, como administramos nossos desejos. Com mais ou menos liberdade, é na trama que podemos agir sobre o urdume.

No dia 15 de setembro às 19h, o espaço cultural Vila Flores, (Rua Hoffmann, 459) apresenta a exposição URDUMES, um recorte da produção de trabalhos mais recentes da artista visual Vera Junqueira que busca estabelecer um diálogo com a vida real, caminhando na linha tênue entre a trama e o urdume. A exposição ficará aberta ao público até o dia 29 de setembro.

Durante o período expositivo, acontecerão diversas ações que complementam a mostra, como a feitura de um tapete produzido com a participação do público, a fala da fotógrafa, militante e pesquisadora da Revolução das Mulheres Curdas, Suzana Pires, sobre este importante momento histórico e a produção de uma série de gravuras, em que a artista, utilizará sangue para compor seu trabalho.

Durante a permanência da exposição, todas as terças feiras, – durante duas horas, haverá continuidade da produção da “Bola” (produzida com compressas hospitalares amarradas com fio de seda) que atualmente está com 80 cm de diâmetro e aproximadamente 3000 compressas. O tamanho final do objeto artístico será de 1,70 m – altura física da artista – e serão utilizadas, então, aproximadamente 16.000 compressas. A ação será uma extensão do atelier de Vera Junqueira, o que proporcionará o convívio com o público.

Link do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/883415651790105/