Atividades

Camila Proto fará oficina gratuita de Escuta Instrumentalizada no Vila Flores

Selecionada no projeto de residência artística é mestranda de
Artes Visuais da UFRGS

A mestranda em Artes Visuais pelo PPGAV/UFRGS, Camila Proto, foi a artista contemplada e selecionada para participar da residência artística no Complexo Cultural Vila Flores, que integra a programação do projeto Vila Flores – Uma Experiência Aberta II. A residência acontecerá entre os dias 08 e 18 de julho e contará com uma ação formativa, oficina, momentos de intercâmbio com as iniciativas do Vila Flores, e a apresentação do trabalho desenvolvido durante esse período.

A primeira ação gratuita e aberta ao público é a oficina Escuta Instrumentalizada, ministrada por Camila. Ela acontecerá no dia 11 de julho, das 16h às 18h, no Vila Flores. As inscrições gratuitas podem ser feitas entre os dias 26 de junho e 09 de julho (ou até preencher as 20 vagas disponíveis) no formulário online http://twixar.me/h66n.

Segundo a artista, será uma tarde prática e performativa, partindo da ideia de “deep listening”, ou ainda, de uma escuta expandida. “Em um primeiro momento, será realizado coletivamente um exercício de escuta instrumentalizada, onde os participantes serão expostos ao seu próprio imaginário sonoro, a partir de instruções de escuta que possibilitarão uma imersão individual”, revela Camila.

Depois desse exercício e de uma conversa sobre a escuta e suas devidas expansões, o segundo momento da oficina irá propor a definição de zonas de escuta especializadas: a partir de uma deriva sonora pelo espaço do Vila Flores, os sons percebidos pelo trajeto serão registrados e traduzidos em palavras, resultando na produção de um pequeno mapa em grupo destes territórios sonoros.

Outro evento gratuito e aberto ao público será a apresentação final do trabalho “Zonas de Escuta”, desenvolvido pela artista durante o período da residência. “O meu projeto parte da premissa da re-distribuição dos países da América Latina a partir das suas incidências literárias, ou melhor, “do que se escuta” em cada região de cada país”, esclarece.

O projeto Vila Flores – Uma Experiência Aberta II está sendo realizado com recursos da Secretaria de Estado da Cultura por meio do Pró-cultura RS FAC.

Quem é a artista selecionada – Camila Proto:
Camila participou de algumas exposições coletivas, sendo a mais recente o Circuito Universitário Internacional da Bienal de Curitiba, onde foi premiada com o segundo lugar pelas instalações “Signos” e “Língua-mãe”. No atual ano, foi selecionada para a coletiva Registro n3 da Casa Baka, com a performance “Palavras-cruzadas”, e para o NIME 2019, com a instalação “A Ilha Sonora do Guaíba”.

O QUÊ: oficina Escuta Instrumentalizada, com Camila Proto, artista plástica contemplada com a Residência Artística do Complexo Cultural Vila Flores, que integra a programação do projeto Vila Flores – Uma Experiência Aberta II.
QUANDO: quinta-feira, 11 de julho, das 16h às 18h.
ONDE: Vila Flores – Rua São Carlos, 753, em Porto Alegre.
QUANTO: gratuito.
INSCRIÇÕEShttp://twixar.me/h66n.

Informações para a imprensa:
Mariana Costa – 51 99965-0680
maricosta@surtocriativo.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s