Cultura Romani ‘cigana’ é mote de festa  que reúne música, cinema e gastronomia

 

 

“Djelem Djelem” é a festa que o Grupo Baxtale! – Pesquisa Musical Romani promove no domingo, 6 de agosto, das 15h às 22h, no Vila Flores (bairro Floresta), com muita música, dos grupos Jazz Manoutchê e Baxtale! –   Pesquisa Muscial Romani; pratos típicos de Marcela Jung Cozinha Criativa e exibição do filme “Latcho Drom” de Tony Gatlif. Durante o evento o público será convidado a dançar, com um setlist repleto das principais referências da música romani dos Balcãs e Leste Europeu. A concepção e realização do evento está a cargo da produtora Lívia Biasotto.

 

16h30min – exibição de “Latcho Drom” (“Viagem Segura”) Documentário francês de 1993 de Tony Gatlif, diretor, roteirista, compositor, ator e produtor argelino, de etnia romani.  Sem diálogo e nem narração, aborda a jornada dos povos Romani, do noroeste da Índia até a Espanha, focando principalmente na sua influência em vários estilos de dança, como a dança oriental árabe e na música. O filme ilustra as condições em que vivem o povo cigano, descrevendo ao longo de um ano, as migrações, canções e danças dos grupos Romani da Índia, Egito, Turquia, Romênia, Hungria, Eslováquia, França e Espanha. As roupas coloridas, as joias, o sustento, o fogo e os instrumentos são alguns aspectos abordados, acerca dos costumes destas comunidades, seus valores de família, viagem, amor, separação e perseguição. As músicas são dos grupos romani Taraf de Haïdouks, Tchavolo e Dorado Schmitt, entre outros, originários da Romênia.

 

18h – Show do grupo convidado: Jazz Manoutchê, com clássicos do “Jazz cigano” e composições próprias. Na formação, Caetano Maschio Santos (violão), Fernando Campos Caramori (violão), André Mendonça (contrabaixo acústico) e Eduardo Figueredo (caixa).

 

19h – Show do grupo Baxtale – Pesquisa Musical Romani , com repertório Vlach Romani, da Hungria.

Após duas apresentações com lotação esgotada, na Biblioteca Pública do Estado, dias 24 de junho e 16 de julho, o Baxtale! celebra a cultura Romani, na festa “Djelem Djelem”. O grupo surgiu a partir da aproximação do violinista, cantor e etnomusicólogo Ivan Andrade com este universo musical, em 2008, quando começou uma pesquisa de forma autodidata, sobre os violinistas romanis húngaros e romenos, estendendo-a depois à cultura Romani, em sentido amplo. Com o engajamento de Laura Backes (voz), Pedro Paiva (violão e onomatopeias), Edu Saffi (contrabaixo), Giovanni Martinez (percussão) e da produtora Lívia Biasotto, o grupo teve início em abril de 2017.

 

De origem persa, o termo Baxtale significa “afortunados”, mas no contexto Romani designa bom karma, prosperidade nos negócios, sucesso em alguma realização, bênção, providência, graça e abundância. Neste contexto, o projeto ganha este nome pela valorização do aspecto positivo que permeia a cultura Romani. O repertório se concentra no corpo de canções dos Vlach Roma, do território de fala húngara da Transilvânia. De origem rural, possui raízes em dois gêneros principais: as khelimaski gili (canções para dançar) e as loki gili (canções lentas, de caráter lírico). Dentre as referências estão os ensembles húngaros Kalyi Jag, Ando Drom e Romanyi Rota, os quais, a partir do final dos anos 1970, promoveram uma modernização do repertório Vlach Romani, por meio do uso de instrumentos, como o violão e o bandolim. “Djelem Djelem”, o primeiro espetáculo do Baxtale! faz alusão ao hino Romani homônimo, escrito pelo Romani de origem Sérvia, Zarko Jovanovic (1925-1985). Sobrevivente do Porrajmos (Holocausto Romani), seu povo enfrentou momentos de extrema dificuldade ao longo da história, em diversos sentidos e contextos, como desfio à sua sobrevivência. O objetivo deste coletivo é que os gadjos (não romanis) possam ter acesso à beleza da cultura Romani e se sensibilizar pela história de resistência de seu povo.

Na área gastronômica, Marcela Jung Cozinha Criativa fará três opções de pratos, dois salgados e um doce. São eles: uma  Sopa Gitana, com inspiração nos ciganos da Catalunha e um leve passeio pela  cozinha indian; Pishotas árabes, uma recriação dos tradicionais Pishotas, prato típico dos ciganos da Eslováquia, em “pasteizinhos” abertos que lembram as empanadas árabes. E “Kolakorro”, rosquinhas adaptadas do bolinho típico dos ciganos romenos, búlgaros e húngaros ao nosso paladar, mas ainda assim com um toque de origem. Crocante e sequinha, a rosquinha envolta em açúcar e canela tem massa semelhante a de churros, bolinhos de chuva e donuts, ganhando aqui água de flor de laranjeira, como na receita original.

 

Serviço:
Festa “Djelem Djelem – Celebrando a Cultura Romani”

Dia 6 de Agosto (domingo), das 15h às 22h
Local: Vila Flores (Hoffmann, 447 – Bairro Floresta – Porto Alegre/RS)
Link evento:  https://www.facebook.com/events/1703652156604065/
Contato: Telefone (51) 99104-1372, com Vera Pinto (assessoria de imprensa)
Ingressos: Antecipados na Livraria Bamboletras (Centro Comercial Nova Olaria – Lima e Silva 776, Loja 3), pelo link
https://www.sympla.com.br/festa-djelem-djelem—celebrando-a-cultura-romani__166224 ou via Whatsapp, com a produção do grupo: (51) 99842.6198 e (51) 99262.5065.

Valores:
Lote 1: R$ 20,00 (promocional) ESGOTADO.
Lote 2: R$ 25,00 (promocional) até 01 de Agosto.
Lote 3: R$ 30,00.
Venda Online: Possui taxas do site)
No dia do evento: R$ 30,00 (somente dinheiro)

KIT PROMOCIONAL
Ingresso + Pôster exclusivo (artista Chana de Moura – tiragem limitada): R$ 40,00.

 

Apoio Cultural: Vila Flores e CUCO Produções

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s