Diário do Voluntário #01

A querida voluntária Ana Marisa Nogueira Skavinski está compondo um diário com relatos do que tem vivido no Vila Flores! Ficamos lisonjeados com a iniciativa 🙂 Obrigado Ana!

Semana passada iniciei um voluntariado na Associação Cultural Vila Flores e por esse motivo a partir da agora vou ir fazendo uma especie de diário do Vila, dando a minha percepção do que acontece lá dentro…
Sexta e sábado no Vila (dias 27 e 28 de março):

Sexta-feira, dia 27, foi um dia “tranquilo”, as turmas 3 e 4 das Oficinas orientadas de reparos domésticos de hidráulica, cerâmica, recuperação de parede e pintura predial promovidas pela ONG Mulher em Construção estavam trabalhando no “miolo” do prédio, é muito interessante ver a diversidade de mulheres que buscaram a oficina e os motivos que a levaram até lá, cada uma tem uma história diferente para contar cheia de desafios, lutas e conquistas… o projeto desenvolvido pela ONG Mulher em Construção é muito interessante e com certeza vou acompanhar a próxima turma bem mais de perto… Neste dia estava acontecendo um ensaio fotográfico para da Lu Bodanese Acessórios Modernos e em conversa rápida com Luciele Bodanese, questionada por que a escolha do Vila para o ensaio a resposta foi que a grife parte de ideia “arquitetura em acessórios” e foi por sua beleza e importância arquitetônica que o espaço do Vila Flores foi escolhido como cenário. Em meio a pequenas e grandes reuniões internas e os preparativos para as atividades programadas para o sábado surge inesperadamente uma rápida e explosiva intervenção artística no patio… é hora de “brincar” com a fita.
Sábado foi uma dia de duas atividades que levaram um bom (e diversificado) público ao espaço do Vila… Durante todo o dia aconteceu o Arduino Day 2015 – Um evento mundial para compartilhar projetos e reunir fãs de Arduino que foi organizado pelo pessoal da Matehackers e a tarde, a partir da 15 hrs. aconteceu Tardes Brincantes com Eliane Bruél e o espetáculo Avenida Cores por Todo Lugar, da Cia de Teatro Ato Espelhado como como parte da Programação da Semana de Porto Alegre. O mais interessante das tardes brincantes foi ver adultos e crianças juntos brincado de pular corda, bambole, peteca, cinco marias entre outros…em muitos o encantamento dos pais era muito maior que o dos filhos, enquanto o teatro deve uma grande interação com o publico infantil ali presente…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s